Após PF concluir que atentado foi fake, Tio Trutis chama delegado de 'safado'

Parlamentar disse que o presidente do inquérito é militante

Cb image default

O deputado federal Tio Trutis, do PSL, disse, nesta sexta-feira (18), que um dos delegados da Polícia Federal em MS é ‘’safado e militante’’. A fala ocorreu após a PF concluir que o atentado contra ele foi falso.

‘’Como toda instituição, tem as suas frutas podres...’’, criticou o parlamentar, em vídeo gravado dentro do carro dele.

‘’Esse delegado safado já tá com promessa de ir para Brasília’’, comentou Trutis, para sugerir que o delegado está atuando com cunho político.

‘’O inquérito é ilegal, teve sumiço de provas e a gente consegue mostrar tudo isso’’, acrescentou.

Trutis disse que se manteve em silêncio todo esse tempo porque queria que o inquérito fosse concluído.

O deputado diz que a imprensa local não o chama mais para dar explicações sobre a investigação e só pega a palavra do delegado no inquérito.

Trutis garantiu ainda que vai gravar um vídeo específico sobre o assunto.

Conclusão

No relatório do inquérito, PF decidiu indiciar o assessor de Trutis, Ciro Nogueira Fidélis, por falsa comunicação de crime. Já o parlamentar, como tem foro privilegiado, não foi indiciado, mas o relatório foi enviado para o Supremo Tribunal Federal, que pode abrir uma ação penal ou não.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.