Dinamite é encontrada em muro de presídio que seria derrubado para fuga de membros do PCC

Um dos presos teria escapado da cela e colocado o explosivo no muro, que foi encontrado pelos agentes

Cb image default
(Foto: ABC Color)

A polícia paraguaia localizou dinamite no muro da penitenciária de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, por onde presos membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) pretendiam fugir.

O preso que seria do PCC teria conseguido escapar da cela, onde estavam mais quatro detentos paraguaios, e colocado no muro do presídio o artefato. Eles pretendiam explodir a muralha para dar fuga aos integrantes da facção criminosa, mas, o plano de fuga foi descoberto a tempo pelos agentes penitenciários.

Segundo o site ABC Color, com a descoberta do plano de fuga o ministro da Justiça decidiu por não deixar mais entrar nenhum detento na penitenciária, que hoje abriga cerca de 900 detentos. Ainda segundo o ministro, o plano de fuga já estava em andamento há dias.

Um pente-fino foi feito na penitenciária nesta terça-feira (2) para tentar localizar um possível túnel, que daria fuga aos detentos, mas nada foi encontrado. Os policiais acharam nas celas várias armas artesanais como algumas machetes e florestes, que seria da facção Clã Rotela, que é inimiga do PCC.

Também foram encontradas bebidas artesanais, celulares e pés de maconha nas celas. Todo o material foi apreendido. Em janeiro de 2020, uma fuga em massa aconteceu da penitenciária sendo que a maioria dos fugitivos eram membros da facção criminosa PCC.por trás do plano de fuga não teve o nome divulgado pelas autoridades paraguaias.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.