Marido põe fogo em zona e sobra para cliente que assinou promissória

Marido de travesti dona da boate causou o incêndio, segundo Corpo de Bombeiros

Cb image default
Uma das notas supostamente encontradas após incêndio em Caarapó. (Foto: Reprodução Internet)

Um incêndio em uma boate de prostituição na BR-163, em Caarapó, está dando o que falar após supostas promissórias terem sido encontradas no local incendiado.

Desde domingo, as notas viralizaram nas redes sociais exibindo gastos, nomes dos clientes e até os tipos de serviços oferecidos, de programa completo a “fio terra”.

Entre as notas, há promissórias de R$ 5 mil que revelam gastos em programa, cerveja, 8 porções de calabresa e até 10 pacotes de amendoim sem pele.

Em outra, o cliente pagou R$ 200,00 por 2 unidades de fio terra e 480,00 por combo de 4 programas. Há também notas com aluguel de próteses penianas, doses de pinga e uísques.

No entanto, segundo o Corpo de Bombeiros do município, a boate que não teve nome revelado, pegou fogo na noite de sábado (5) após uma desavença entre casal. O marido da travesti, proprietária da boate, que teria colocado fogo no local. “Ao que tudo indica o incêndio foi criminoso. Quem tacou fogo foi o esposo da dona. Houve uma desavença" informou o bombeiro Ivan Ávila Teixeira.

No entanto, no local do incêndio, o militar afirma que não foram encontradas notas promissórias e acredita que seja “uma brincadeira”.

Silvio Ramos Pereira, delegado titular da delegacia de Caarapó, diz que o inquérito foi instaurado. "Estamos investigando. Temos fotos do local, mas nenhuma de nota", afirmou.

Cb image default
As notas sinalizam que são de Caarapó. (Foto: Reprodução Internet)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.