Covid: Homem é preso após infectar propositalmente 22 pessoas

“Vou infectar todos vocês com o coronavírus.', dizia ele enquanto tossia sem máscara no local de trabalho

Cb image default
Imagem Ilustrativa (Reprodução/Popular Science)

Agentes da Polícia Nacional da Espanha prenderam um homem de 40 anos acusado de passar de propósito a infecção provocada pelo coronavírus a 22 pessoas. Em um comunicado, a polícia espanhola afirmou que o ato ocorreu tanto no local de trabalho quanto na academia que o homem frequentava, ambos na cidade de Manacor, que fica em uma ilha da Espanha.

De acordo com o R7, a investigação começou no final de janeiro, quando os agentes receberam a denúncia de que poderia haver um surto de Covid-19 em uma rede varejista de alimentos na cidade. As reclamações davam conta de que um homem, de 40 anos, estava infectado, mas havia ocultado a doença e recusava-se a deixar de ir ao trabalho.

O acusado teria começado a apresentar os sintomas da infecção por Sars-Cov-2 dias antes da revelação do surto, o que teria deixado seus colegas de trabalho preocupados. Ao fim da jornada de trabalho, o homem dirigiu-se a um centro médico para realizar o teste RT-PCT.

Mesmo sem o resultado do teste e com a piora dos sintomas, ele voltou ao trabalho no dia seguinte e foi à academia. Segundo os policiais envolvidos na ocorrência, neste dia, o homem já apresentava 40ºC de febre.

Neste segundo dia, o homem caminhou por todas as instalações do escritório, tossindo enquanto abaixava a máscara e repetia: “vou infectar todos vocês com o coronavírus.” O resultado positivo para Covid-19 só foi revelado ao fim do expediente, o que deixou os demais trabalhadores alarmados.

Segundo informações da polícia espanhola, todos os colegas de trabalho do homem realizarem o teste RT-PCR. Cinco deles testaram positivo para Covid-19 e acabaram infectando também familiares, incluindo três crianças de apenas 1 ano de idade.

Na academia, três pessoas foram contaminadas diretamente e, por sua vez, infectaram outros amigos e familiares, totalizando 22 pessoas. Nenhum dos infectados precisou ser hospitalizado. O homem acabou preso como suposto autor de crime de lesão corporal e colocado à disposição do Poder Judiciário da Espanha.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.