Ivinhema está com alta incidência da doença e Estado tem aumento expressivo de casos notificados e confirmados de dengue

O levantamento é divulgado semanalmente e, nos dados é possível analisar o aumento de notificações

Cb image default

Boletim divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), nesta quarta-feira (07), mostra que a dengue avançou e registra já registra 6.750 notificações, em 2021. Mato Grosso do Sul já registrou cinco mortes pela doença, no ano.

O levantamento é divulgado semanalmente e, nos dados é possível analisar o aumento de notificações, já que no boletim divulgado no dia 31 passado, o total figurava em 6.162 e no atual, 6.750, ou seja, aumento de 588.

No total de casos confirmados, o registro passou de 1.982 para 2.406, no mesmo período, ou seja, 424 novos.

O total de casos notificados (6.750), em 2021, já é maior, por exemplo, de que todo o registro de notificações em 2017, de 2.356, e de 2018, com 5.688.

No ano anterior, o total de notificações chegou a 52.337.

São consideradas cidades com alta incidência da doença: Camapuã, Antônio João, Bataguassu, Corumbá, Selvíria, Três Lagoas, Ladário, Água Clara, Paraíso das Águas, Ivinhema, Inocência, Rio Brilhante, Figueirão, Aparecida do Taboado, Santa Rita do Pardo, Brasilândia, Deodápolis.

Três Lagoas possui o maior número de casos confirmados, 732, seguida de Corumbá, com 421 e de Rio Brilhante, com 210. Campo Grande registra, 161. Dourados, 24.

Os cinco óbitos por dengue, em 2021, ocorreram em Corumbá, Dourados, Campo Grande, Três Lagoas e Caarapó.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.