Após reportagem, bebê de 1 ano de Nova Andradina consegue vaga para UTI em Campo Grande

A mãe também ressalta que devido à demora para encontrar uma vaga, o estado de saúde da bebê estava piorando

Cb image default
A mãe da criança disse que o estado de saúde da criança só piorava.

Após uma reportagem, a bebê de um ano de Nova Andradina que não conseguia vaga em um hospital com UTI (Unidade de Terapia Intensiva), já conseguiu um leito para Campo Grande na tarde deste sábado (21).

Leia Também:

De Nova Andradina; mesmo com ordem judicial, bebê de 1 ano não consegue vaga para a UTI em MS

A família da criança estava buscando vaga desde quinta-feira (19), quando a bebê deu entrada no Hospital Regional de Nova Andradina. Até a manhã deste sábado, mesmo com uma ordem judicial, a menina ainda aguardava por um leito de UTI.

Bebê não conseguia vaga em hospital

Diandra Gomes Marcelo, de 32 anos, é mãe da bebê e contou ao Midiamax que na quinta-feira, os médicos realizam um exame de raio-x e verificaram que a criança estava com derrame pleural, que é excesso de líquido no pulmão.

A mãe também ressalta que devido à demora para encontrar uma vaga, o estado de saúde da bebê estava piorando. Correndo contra o tempo e tentando buscar todas as possibilidades para ajudar a filha, Diandra conseguiu uma ordem judicial e mesmo assim, ainda seguiram alegando não ter vaga.

Na tarde deste sábado, a equipe de reportagem foi informada pela família da bebê que ela já havia conseguido uma vaga e estava sendo transferida para o Hospital Regional de Campo Grande.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.