Com apoio do Estado, Novo Horizonte do Sul planeja ativação de abatedouro com capacidade de gerar até 100 empregos

Cb image default
Apoio do Estado vai ativar indústria que tem obra inacabada

O Governo do Estado firmou convênio com a Prefeitura de Novo Horizonte do Sul nesta segunda-feira (31) para financiar a abertura do abatedouro municipal de bovinos e gerar de 80 a 100 empregos diretos na cidade. Com capacidade de abater até 100 animais por dia, a unidade frigorífica atualmente é uma obra inacabada, mas será finalizada e equipada com R$ 2,1 milhões do Pró-Desenvolve (Fundo Estadual Pró Desenvolvimento Econômico), administrado pela Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

"Quando nós implementamos o Pró-Desenvolve, que é tocado com recursos que saem do próprio setor industrial, o objetivo era fomentar as atividades econômicas e promover a geração de empregos em todo o Mato Grosso do Sul. Com ele, temos vários investimentos pelo Estado. Agora, em Novo Horizonte do Sul, temos essa obra inacabada de 10 anos que será concluída e equipada para funcionar e gerar empregos. O objetivo é justamente esse, trocar tributos por emprego", destacou o governador Reinaldo Azambuja durante assinatura do convênio.

Secretário da Semagro, Jaime Verruck explicou a dinâmia do Pró-Desenvolve no desenvolvimento dos municípios. “O objetivo do programa é apoiar pequenos municípios para que também possam se industrializar através de produtos que tenham no local e também a dotar da própria infraestrutura. Nós temos investido na aquisição de núcleos industriais, como foi o caso de Jaraguari; e também em asfaltamento, que estamos fazendo no Núcleo Industrial de Naviraí, só para citar dois exemplos. Esse é o objetivo do Pró-Desenvolve: industrializar pequenos municípios e avançar”, afirmou.

Ao assinar o convênio com o Governo do Estado, o prefeito de Novo Horizonte do Sul, Aldenir Barbosa, conhecido como Guga, contou que a demanda por empregos é grande na cidade. "Através dessa parceria temos a oportunidade de concluir uma obra de 10 anos. Esse abatedouro vai gerar de 80 a 100 empregos no município que tem de 4 a 5 mil habitantes. Isso é de grande relevância para gente. Muito obrigado ao governador Reinaldo e ao secretário Jaime. Agora, vamos buscar a conclusão da obra e botar essa unidade para funcionar, garantindo a geração de empregos", falou.

Conforme a minuta do convênio, os R$ 2,1 milhões serão repassados e parcela única e a prefeitura deve prestar contas da utilização dos recursos.

Bruno Chaves, Subcom

Foto: Chico Ribeiro

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.