Futebol de MS é o 5º no País em ranking dos mais abandonados

Jogo entre Cene e Comercial, com a fiel arquibancada vazia (Foto: João Garrigó)
O Campeonato Sul-mato-grossense é o quinto mais abandonado pelo público no Brasil. É o que confirmou o levantamento feito comparando os anos de 2012 e 2013, realizado pela Pluri Consultoria.Segundo números da pesquisa a média de público caiu cerca de 13% do ano passado para cá, chegando a média de 644. No total, 63.093 mil pessoas foram aos estádios, para acompanhar os 14 clubes em Mato Grosso do Sul neste Estadual.Nem mesmo com o Morenão sendo utilizado a todo vapor, nenhum jogo levou mais de 10 mil pessoas às arquibancadas.Pior que nosso Estado, está Mato Grosso, que ficou com o quarto lugar, com média de 605 torcedores, num total de 47.195 mil pessoas, para nove times. Lá o Cuiabá foi o campeão deste ano. O que chama mais a atenção foi a variação negativa de 2012 para 2013, a maior de lista 33%.No Tocantins, o terceiro colocado da lista, Gurupi e Interporto ainda decidem quem será o campeão nesta semana, mas provavelmente não mudará seu lugar no ranking, a média de público é de 582 torcedores, totalizando na competição deste ano até o momento, 34,908 mil, para oito clubes.No ultimo domingo, o Vilhena se consagrou Campeão Rondoniense e o estado de Rondônia ficou com o vice na lista, com média de 248 pessoas nas arquibancadas, a mesma do ano passado, totalizando 11.675 mil torcedores, para acompanhar sete clubes.O título de campeão, que ninguém gostaria de levar é o Acre, com média de 245 pessoas, totalizando 15.194 mil torcedores, para acompanhar oito clubes. Por outro lado, o campeão de 2013 fez história positivamente, o Plácido de Castro venceu pela primeira vez a competição.Total - Os números gerais provam que em todo Brasil o interesse do torcedor diminuiu. A média de público comparando com 2012 caiu 10%.Vendo todos esses dados negativos, é hora do país da Copa e do futebol repensar na estratégia para atrair torcedores ao estádio.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.